About Me

header ads

Polícia Civil prende acusado do último homicídio e membros de facção criminosa, em Senador Pompeu



A cidade de Senador Pompeu vive um momento tenso na segurança pública com o avanço das facções criminosas que disputam território, especialmente os bairros periféricos.

Na madrugada do último sábado (28), Francisco Yuri de Lima Silva, de apenas 20 anos, foi assassinado com várias perfurações à bala, sendo atingido no rosto e um na nuca. Os tiros disparos foram efetuados por dois indivíduos.

Horas depois, os policiais civis começaram a diligenciar no sentido de identificar a autoria do fato, tendo recebido a informação de que os responsáveis estariam escondidos em duas residências no bairro Alto da Esperança.

De acordo com as investigações, um dos autores do crime foi um homem identificado como “Gabriel“, que ao ser preso confessou ter efetuado os disparos contra a vítima, a qual supostamente era ligada ao Comando Vermelho-CV. Os policiais localizaram o revólver cal. 38, usado para matar o desafeto, dentro de uma caixa d’água. Na lixeira estavam cinco cápsulas deflagradas.


A vítima foi Francisco Yuri de Lima Silva (foto: divulgação)
As investigações avançaram e os policiais descobriram que em outra residência encontravam-se os comparsas. Ao chegaram lá, os agentes prenderam mais quatro homens, sendo dois autores de uma pichação ao cemitério com as letras PCC (Primeiro Comando da Capital), inclusive um spray para utilizado foi apreendido.

Outros membros foram os responsáveis por filmar o homicídio de Francisco Yuri, sendo um vídeo encontrado no celular de um dos acusados. 

Conforme a polícia, todos os envolvidos são integrantes da facção e com eles foram encontrados também diversos celulares. Eles foram levados à Delegacia Regional de Polícia Civil de Senador Pompeu e seus nomes não foram revelados.
Com informações Revista Central

Postar um comentário

0 Comentários