About Me

header ads

Após racionamento de água, volume hídrico de 36% na barragem de Quixeramobim é assegurado




O Açude Quixeramobim só pode armazenar 7,8 mi de m³, conforme batimetria feita pela Cogerh em 2011.
este mês de dezembro o Açude Quixeramobim, neste Município, estaria completamente seco apesar da recarga na quadra invernal deste ano. Atualmente a barragem da cidade armazena 2,8 milhões de metros cúbicos, o equivalente a 36,44% da sua capacidade, segundo o administrador do reservatório, João Eudes Silva. Todavia, de acordo com a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh) deverá chegar à cota zero até maio de 2019, acrescentou o servidor do Departamento Nacional de Obras Conta a Seca (DNOCS).


Patrocinio:

Silva espera que nos meses da estação chuvosa no Estado, de março a junho do próximo ano, a represa no rio Quixeramobim volte a acumular água novamente. Hoje, só não está completamente seco, como ocorreu em 2017, porque o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do Município mantém o plano de racionamento iniciado em setembro de 2015. Entretanto, o principal fator está na adutora do Açude Pedras Brancas, nos limites de Quixadá com Banabuiú.


Hoje, a adutora do Açude Pedras Brancas, com 60 Km de extensão, de Banabuiú a Quixeramobim, atende o sistema de abastecimento da cidade. Diariamente são distribuídos 12 mil m³ de água tratada aos consumidores. O SAAE dividiu a cidade em quatro setores. Enquanto três são assistidos, um tem o fornecimento interrompido. Sem o rodízio, a população sofreria mais. Em 2015, parte da população precisou ser abastecida por 26 poços profundos perfurados na cidade.








Via Diário do Sertão Central



Curta nossa Fan Page:
https://www.facebook.com/QuixeramobimNoticias/

Postar um comentário

0 Comentários